PEQUENOS PASSOS

Óscar Daniel, Jornalista da Rádio Renascença

Reduzir o plástico lá em casa.

Francisca Favilla, Produtora na Rádio Renascença

Só compro cápsulas de café recicladas.

Massimo Bistacchia, 50 anos, Agricultor, Roma

Sinto falta de mais agricultores aqui à volta, por isso tenho tentado apoiar os pequenos agricultores, que não compram pesticidas. Temos de nos apoiar uns aos outros, é a única maneira.

Julian Kolodziey, 26 anos, Estudante, Friburgo

Informo, inspiro e conecto as pessoas [através da minha revista online] para agirem para uma vida mais sustentável.

Sara Lenzi, 32 anos, Restaurante EntreNous, Bruxelas

Eu cuido da alimentação que é a área mais direta e impactante. Todos comemos, todos os dias. Se todos nos questionarmos sobre como nos alimentamos (origem e processo dos alimentos) teremos um impacto enorme no combate às mudanças climáticas.

Julian Hatty, 31 anos, Educador de Infância, Friburgo

Ter menos pode ser desconfortável. Vivo desconfortável o suficiente para que a mudança aconteça.

Jamal Bahnoura, 23 anos, Músico, Friburgo

Tenho consciência do meu consumo de água e por isso 90% dos produtos que consumo não têm origem animal: é assim que gosto de cuidar a Natureza.

Nina Gschwilm, 35 anos, Zurique, Loja de Roupa Sustentável

Eu cuido das minhas coisas com cuidado. Menos é mais. Seres feliz não significa consumir.

Ali Abbas, 31 anos, Friburgo

Deixei de comer carne para sustentar o meio ambiente e compro sempre que posso produtos biológicos.

Claudia Alongi, 48 anos, Roma - Colaboradora de organizações da sociedade civil

Compro sempre água em garrafas de vidro. Não viajo de avião (desde há dois anos) e como cada vez menos carne.

Laura Martignon, 67 anos, Alemanha - Investigadora em matemática aplicada a psicologia

Não viajo de avião na Europa. Não tenho carro e uso o mais possível os transportes públicos.

Rob Hillen, 24 anos - Investigador na área da engenharia ambiental e voluntário na Quinta Boskanter

Comecei por comer cada vez menos carne e por ir a lojas package free. Mas dar pequenos passos com outros em comunidade tem muito mais impacto e por isso estou a viver aqui.

Giorgio Gotra, 30 anos, Bruxelas - Gestor de projeto sobre estilos de vida sustentáveis

Quero comprometer-me com sensibilizar as crianças para o cuidado com o planeta, através de educação não formal e no grupo de escuteiros de que faço parte.

Théo Desfours, 29 anos, França - Jardineiro

Partilhar a minha inquietação pelo futuro do planeta, de uma forma alegre e optimista, que dê vontade de acompanhar.

Sarah Ditty, Londres - Responsável de advocacia do Fashion Revolution Movement

Pergunto e pressiono as marcas que consumo, sobre a origem dos materiais, garantindo que não prejudicam o ambiente.

Margarida Alvim, Portugal

Vou responder às Consultas públicas na minha área de intervenção.

Carlos Ballesteros - Professor na universidade de Comilhas, director de la Consultoría Social Empresarial ICADE

Reduzir o nosso consumo de plástico, em família para metade até ao fim do ano.

Raul Lopez, 39 anos, Madrid - Co-fundador da loja a granel ACRE

Educar os nossos clientes para o consumo responsável e ecológico através de workshops na nossa loja.

Concha Manzano, 63 anos, Madrid - Colaboradora da loja a granel ACRE

Reduzir o consumo de plástico através da venda e compra a granel, na nossa loja.

Steffen Brandt, 25 anos, França - Voluntário em Taizé

Não como carne desde que descobri o impacto que tem no consumo de água.

Quentin Sany, 32 anos, França - Padeiro

Cultivo o meu próprio trigo para garantir a qualidade e sustentabilidade do meu pão.

Florian Hohler, 30 anos, França - Dentista

Não deixar lixo para trás por onde passo.

Claudia Beltran, 50 anos, Madrid

Sensibilizar as minhas filhas para o uso responsável da roupa.

José Eizaguirre, 55 anos, Madrid

Comer pouca carne, e que seja de animais que comem erva (e não rações produzidas com impacto ambiental) e criados a pouca distância de onde me encontro.

Marco Gordillo, 53 anos, Madrid

Colaborar para que as nossas sedes sejam sustentáveis e respeitadoras do meio ambiente, no âmbito da nossa organização.

José Escribano, 49 anos, Cooperativista de LAOSA

Colaborar através da cooperativa que pertenço, para que os sistemas de produção sejam cada vez mais sustentáveis

Catarina

Desligar os gadgets para ficar mais ligada às pessoas.

D. Fernando Fuentes, 65 anos, Madrid

Abrir caminhos e vias de encontro entre a sociedade civil e a igreja, pela Ecologia Integral.

Leonor

Com quatro netos pequenos, em vez de brinquedos, oferecer mais tempo de qualidade em experiências, procurando alternativas de diversão mais próximas da natureza.

Vasco

Desligar a tomada quando não estou a utilizar os equipamentos eletrónicos.

Mariana

Vou evitar compras por impulso.

Sara

Consumir apenas carne produzida de forma sustentável.

Isa

Vou começar a usar sacos de pano nas mudas de roupa suja dos meus filhos na escola.

Pedro

Assinar um cabaz de fruta e hortícolas locais.

Ana

Uso apenas transportes públicos nas minhas deslocações diárias.

Juliana

Reduzir o meu consumo de roupa, reutilizar, remendar e tentar comprar apenas peças com certificação ecológica.

Patrícia

Vou comprar e cozinhar apenas os alimentos necessários para as refeições da minha família.

Henrique

Estive a montar uma cerca para o burro que aí vem e assim, devagarinho, passo a passo vamos voltar a ter animais na Casa Velha.

Maria

Participar em manifestações pela mudança, que visam a contestação, que sensibilizam e que vivem da esperança.

Susana

Aos fins-de-semana não vou usar o carro como meio de transporte.

Beatriz

Agir sensibilizando para o cuidado da Casa Comum, indo ao encontro de cada um, na sua realidade.

Laura

Pôr-me a caminho com outros em união com o Sínodo da Amazónia. De Portugal a Roma, a pé, à boleia e de comboio.

Jorge

Procuro incutir nos meus alunos um olhar positivo, acolhedor e ativo, sobre o nosso mundo, que tanto precisa de nós.

Etelvina

Reciclo as cápsulas de café. Retiro o café para um vaso de terra, servindo desta forma de substrato para as plantas e reciclo a cápsula de plástico.

Isabel

Vou andar mais a pé.
Assim faço atividade física, encontro outras pessoas e vou a um ritmo mais lento e por isso mais contemplativo.

Sandra

Educar para ser cidadão do mundo na nossa Terra.

Maria

Em minha casa cozinho com os vegetais da minha horta.

Gonçalo

Ser agente desta da aliança entre ecologia e espiritualidade numa casa nova, o Noviciado da Companhia de Jesus.

Flor, 12 anos

Pedi aos meus professores para reutilizar os cadernos do ano passado. Assim, não tive que comprar tantos cadernos novos, nem desperdiçar os do ano passado que não estavam completos.

Maria

Vou planear as refeições evitando compras por impulso e desperdício alimentar.

O seu browser está desatualizado!

Atualize o seu browser para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu browser agora

×